Agenda

LIVRO: O MUNDO À SOLTA – POEMAS.| Autógrafo às 19h00

30 de outubro, 2014
Capa A Mesma Coisa

LIVRO: O MUNDO À SOLTA – POEMAS

AUTOR: FELIPE FORTUNA

EDITORA: TOPBOOKS

LOCAL: CARPE DIEM 104 SUL – 30 de outubro de 2014.

___________________________________________________________

O MUNDO À SOLTA – Felipe Fortuna

 

Emigrantes africanos chegam mortos às praias da Europa. A guerra química mata soldados e civis. Armas e câmeras de vídeo nos procuram e acertam em plena rua. Os terroristas se aproximam dos aeroportos e das estações lotadas. Os drones sobrevoam e ameaçam em silêncio. A mudança climática desafia as próximas gerações. “O planeta tem raiva”, escreve Felipe Fortuna em seu novo livro de poemas, O Mundo à Solta, em que a desordem internacional é o principal assunto, marcada pela violência, pelo racismo e pela fome.

Poeta e diplomata, Felipe Fortuna traz o lirismo dos seus versos para um ambiente descontrolado e perigoso onde cada um de nós vive. E descobre o contínuo estado de guerra que supera todos os esforços em prol do desarmamento e da solidariedade entre as nações: Aqui há miragens / do Congo, do Chaco / da secessão que escorre rua abaixo / e fica empoçada no asfalto. / Vida de carabina, / os estilhaços não iluminam / e caem mosaicos na forma / de Guernica, de degolas.

O Mundo à Solta é marcado pelo humanismo e pelo protesto. Sua poesia acontece na experiência histórica, na perplexidade provocada pelos avanços da tecnologia, na aparição das novidades e na extinção da fauna e da flora. Na apresentação do livro, Silviano Santiago afirma que, “apaixonado e ambivalente, O Mundo à Solta coloca Felipe Fortuna entre os melhores poetas da atual geração de indignados. (…) Pelas fendas abertas pelo depoimento humano, O Mundo à Solta respira o cheiro sulfúrico do milênio.”

 

Felipe Fortuna nasceu no Rio de Janeiro e, desde 1986, publicou doze livros – O Mundo à Solta é o seu sexto livro de poemas. Traduziu a obra completa da poeta francesa Louise Labé no volume Amor e Loucura (1995). Tem publicado artigos e resenhas nos principais jornais do país e já reuniu sua crítica literária em A Escola da Sedução (1991), A Próxima Leitura (2002) e Esta Poesia e Mais Outra (2010). Como diplomata, já serviu nas Embaixadas do Brasil em Londres, Caracas e Moscou.

O Mundo à Solta reúne seis ilustrações de Mariza.